As Novas Aventuras do Superman: Entrevista traduzida de Henry Cavill para a Men’s Health UK

Mais uma entrevista para você! Dessa vez, Henry Cavill foi a capa – mais uma vez – da edição de Dezembro da Men’s Health UK, onde ele nos leva aos estúdios Leavesden, na Inglaterra, onde não só a Liga da Justiça foi filmada, como o local de treinamento dos super-heróis do filme.

Na entrevista, Cavill fala sobre sua dieta, hobby, sobre seu cachorro Kal e o quanto ele pode ser protetor e que tipo de pai ele quer ser, se tiver filhos. E não para por ai, ele também falou sobre Superman, e a vontade de contar mais histórias do herói nos cinemas, James Bond e elogia o colega de elenco em Missão Impossível: 6, Tom Cruise.

Então você tá pronto para mais uma entrevista? Leia traduzida abaixo!


Men's Health Magazine UK_2017_decissue_03

As Novas Aventuras do Superman

Ao contrário de seu alter-ego, Henry Cavill provavelmente ao pode socar através de pares, mas ele vai tentar. Com seu Liga da Justiça logo ali no fim do mês, ele revela como enrijecer seu foco pode potencializar seu próprio treinamento. Prepare-se para o impacto

Leavesden não é um nome que conjura na mente tão rápido quanto Hollywood quando se pensa em local de filmagens. Mas o subúrbio ao norte de Watford é onde a mágica do cinema – sem contar com o tour Making Harry Potter – acontece no dia-a-dia. O complexo da Warner Bros de 80 hectares é um autêntico Departamento de Mistérios, cada hangar anônimo e oficina é uma própria câmara de segredos.

A primeira dica da função habitual da oficina 11, a locação para a sessão da MH, é o tapete na recepção estrelado por cinco membros da heroica Liga da Justiça, o time dos quadrinhos que é a resposta da Dc aos Vingadores da Marvel.

Á frente e ao centro está Superman, flanqueado por Batman, Mulher Maravilha, Flash e Lanterna Verde. Liga da Justiça, o filme, estreia esse mês e estrela Ben Affleck como Batman, Gal Gadot como Mulher Maravilha e Ezra Miller como Flash. O Lanterna Verde dificilmente aparecerá, depois do filme solo de 2011 com Ryan Reynolds fracassar na bilheteria doméstica. Mas o envolvimento do Superman de Henry Cavill também está envolto em dúvidas, dada sua morte no desfecho de Batman VS Superman (2016).

Men's Health Magazine UK_2017_decissue_02O blockbuster chegar sem o personagem mais icônico do DC (desculpa, Bruce) é, entretanto, inconcebível. E dados os vários teasers e materiais de marketing que têm sugerido o retorno do Superman – ao que pode ser acrescentado a presença de Cavill nesse ensaio de hoje – é justo pressupor que ele está envolvido de alguma maneira. “Você pode assumir o que quiser” sorri o ator, cujo senso de humor bem britânico alivia o fervor que o ajudou a encher os bolsos com Homem de Aço em 2013.Nem sempre é fácil dizer quando ele está brincando.

Além do tapete tem uma academia improvisada para o elenco de Liga da Justiça. Pode ser apenas temporária, no entanto, é tão espaçosa e plenamente equipada – alteres, esteiras, aparelhos – que deixariam a maioria das academias envergonhadas. A parte livre de pesos exige um quote do poema de Robert Bly “Eu tenho medo que chegará um momento em que / Vou falar com você, amigo; Eu vou mudar levemente / Para longe, nossos olhos não se encontrarão, e lá fora no campo / Não haverá ninguém” [N.T. Tradução Livre]. Menos literalmente, o quadro afiado ao aparelho tem uma pichação “Flash, vá transar, com amor Aquaman” (outro membro da Liga da Justiça, interpretado pela capa de revista anterior e astro de Game of Thrones, Jason Momoa). No canto está jogada uma mesa de café da Mulher Maravilha, posicionada casualmente próxima a uma cópia do Jane Fonda’s Workout Book.

É fácil imaginar o elenco de Liga da Justiça treinando todos juntos aqui, talvez enquanto vestiam aqueles tops justos da parte de debaixo do uniforme de seus alter egos que correspondem a seus respectivos figurinos. “Aconteceu uma vez”, disse Cavill, relembrando. “Não, não aconteceu; Ben e Gal não estavam naquele dia. Mas tivemos Superman, Aquaman, Flash e Cyborg [interpretado por Ray Fisher] na academia. Foi divertido” Infelizmente ele não estavam vendendo camisetas. “Eu quero pensar a frente e fazer isso. Se uma sequência de Liga da Justiça acontecer, talvez façamos.”

Ação Fora do Set

Cavill chegou com uma massa inesperada de pelos cobrindo seu lábio, e seu lindo, de pelo escuro Akita americano chamado Kal-El. (Fanboys vão reconhecer o nome como a alcunha kriptoniana do Superman). “Ele parece assustador, então as pessoas pensam que se elas tiverem algum desentendimento comigo ou me irritarem, ele pode se transformar num cachorro louco e atacar – o que ele fará, a propósito,” diz Cavill sem expressão no rosto. “Você tem que vê-lo quando está zangado: é uma coisa. Eu tenho essas panelas penduradas acima do fogão na minha cozinha e quando ele rosna, elas literalmente vibram. Com petiscos, é um pidão. Mas você é muito bravo, não é ursão? Você mantém todos longe da casa.”

Mesmo com a segurança da guarda de um cachorro não obstante, Cavill é mais do que capaz de tomar conta de si mesmo. Se aquecendo para as fotos, ele demonstra sequências de socos e chutes de artes marciais para o fotógrafo da MH que, mesmo só com suas mãos vazias, indica que pegá-lo mesmo que só um pouquinho irritado pode não ser sábio.  O bem-falante, infalivelmente polido ex estudante da escola pública de Jersey (onde recebeu o apelido de Fat Cavil [N.T. Cavill Gordo] pode não rosnar – pelo menos não sem provocação; Mas ele claramente morde.

instagram-2nov2017Dirigindo Cavill no nosso ensaio está Wolfgang “Wolfie” Stegemann, um coreógrafo de lutas, dublê e figurante que começou a trabalhar com ele no sexto Missão Impossível. Agendado para julho de 2018, o próximo capítulo da franquia de espionagem é também o motivo para que o geralmente bem barbeado rosto de Cavill traga o supracitado ornamento fácil.

Ele está assumindo o lugar de “braço-direito” de Tom Cruise de Jeremy Renner que, em algum tipo de simetria esquisita está preso com Vingadores: Guerra Infinita, que estreia em abril de 2018.

Enquanto os combos [de golpes] parecem bem impressionantes para esses olhos destreinados, Cavill é rápido em diminuir a aparente proficiência. “Eu só comecei agora com Wolfie e ainda estamos tentando executar o básico da técnica.”, ele diz, avaliando criticamente sua forma no MacBook do fotógrafo entre as fotos. “Você tem que ter uma fundação firme antes de começar a construir uma casa. E estamos bem na fase de “assentar o concreto””. A namorada de Cavill, Lucy Cork, uma dublê que ele também conheceu no set de MI:6, e que é uma proficiente artista marcial, vai e vem pelo set para observar silenciosamente nos bastidores e conferir o treino.

Cavill vem treinando o que ele chamou de “movie martial arts” [N.T. Artes Marciais Cinematográficas, em tradução literal] anteriormente. “Tudo que precisa é parecer que você sabe fazer aquilo. Mas eu quero ser capaz de realmente fazer. Fingir o movimento não mais me parece certo.”. Então quando seu (atualmente classificado) papel em MI:6 exige pelo menos a ilusão da capacidade, ele pensou que cabia alguma hora extra de prática. Sua motivação foi parcialmente profissional mas amplamente pessoal. “É útil ser útil. É legal ser capaz de proteger quem é próximo de você e a si mesmo”. E utilmente, artes marciais é também uma forma poderosa de condicionamento físico: “Eu gosto de ir a academia, gosto mesmo. Mas se eu vou suar e ofegar, eu prefiro muito mais fazer isso enquanto aprendo uma nova habilidade, ao invés de só pelo suar pelo suor.

O estilo de Taekwondo que ele está praticando é novo para Cavill, mas ele tem sido um assíduo discípulo da luta de corpo do Jiu-JItsu brasileiro. De fato, ele ocasionalmente ‘rola’ com grandes nomes do esporte como Roger Gracie, 10 vezes campeão mundial e herdeiro da dinastia sul americana de Esportes de Combate. Cavil agora mora em Londres, onde os Gracie gerenciam uma internacionalmente renomada academia.

Um dojo legítimo soa como o tipo de lugar que um ator pode não ousar pisar por medo de machucar o ego – ou pior. Mas, felizmente, a maioria dos membros estão apenas animados em conhecer o Superman, não vão tentar matá-lo nem nada. E há uma cutura de respeito que começa com os caras no topo.

Os artistas marciais que eu conheço são todos pessoas muito legais, gentis. Elas não tem nada de agressivo ou precipitadas. Tem sempre um grande abraço – não um abraço distante, um abraço com dois braços: ‘Como você está?’ É tipo, ‘pare, respire uma pouco, vamos animar um ao outro. Vamos chegar [a parte do] treino. E quando treinarmos, vamos treinar pesado’ Tudo é relaxado e eu gosto disso. É enormemente renovador”. Além disso, ser metido é um desperdício de energia: “Guarde isso para o momento em que você for quebrar alguém de pancada. Porque você vai precisar disso.”.

Indo Longe

Cavill é apaixonado por conservação, e não só com sua capacidade como embaixador para o Zoológico de Jersey. Ele reconta um irreverente caso – contada por Tony num episódio de Os Sopranos, possivelmente budista em sua origem – sobre dois touros parados numa colina, olhando para uma rebanho de vacas. O mais jovem propõe correr colina abaixo e copular com uma parceira de sua escolha, o outro aconselha andar devagar e inseminar todas elas. O paralelo é pouco nítido , admitidamente, mas Cavill aplica a similaridade pragmática ritmada de sua abordagem em sua reparação para Liga da Justiça (isso é, se ele estiver no filme e teve que se preparar para isso). Enquanto ele estava “muito mais forte” para Batman vs Superman no último ano, sua ênfase se alterou na direção de melhorar seus movimentos e definição, ambos muito mais cruciais para parecer bem na câmera que músculos enormes. Em conjunto com seu treinador de longa data Michael Blevins, ele focou mais em exercícios inspirados em Cross-fit: menos movimentos de técnica, oq eu pode ser um convite a lesões, e mais “force mais, não pare”, que é ótimo para ficar enxuto.

A mudança gritou uma resposta mista. Por um lado, as sessões de Cavill não eram tão pesadas quanto antes, “porque eu não estava arrastando peso-morto”, por outro lado, eles ainda eram muito pesados: “Você tem que ter vontade para fazer esse tipo de coisa, porque pode ser uma malhação horrível, realmente pode.” Nesse meio-tempo, a endorfina pós-exercício é alta – e um absoluto senso de alívio – só vai sustentar você pelo tempo que você tiver colocando em horas de trabalho e não colocando garganta abaixo gordura extra. Cavill se encontrou descendo lentamente a colina, psicológica e fisicamente, como se com kriptonita. “Não era muito divertido”, ele diz queixoso.

Men's Health Magazine UK_2017_decissue_11Alvos em Movimento

Quando pizza está fora de cogitação, você segue em frente com uma pequena ajuda de seus super-amigos. Treinar pesado é um mal necessário para um ator de franquia de super-herói e os colegas tendem a apoiar uns aos outros – mesmo que só apoio moral. “É mais sobre encorajamento que qualquer outra coisa. Tipo, se você percebe alguém tendo um daqueles dias, você dá uma animada quando ele estiver malhando atrás de você , ou dar um tapinhas nas costas e dizer ‘Você está bonito, parceiro’”. Suas conversas de bastidores com Affleck, entretanto, tendem a envolver a complicada logística de urinar entre as tomadas enquanto estão de uniforme: “’Você recorda se tivemos tempo para ir ao banheiro?’ ‘Há quanto tempo você foi?’ ‘Tem tanto tempo que eu não vou’ ‘Ok, legal. Mas você lembra se tivemos intervalo pra ir? ‘ ‘É, então vamos’”.

Essa mistura de disciplina e leveza é a chave. Agora com 34, Cavill alcançou um ponto de sua vida em que entende a importância do equilíbrio. “Minha perspectiva mudou de alguma forma sobre as coisas que eu quero para minha vida e o contentamento que eu posso tirar disso.”, ele diz. Não é dizer que ele não reconhece os méritos de “trabalhar duro e detonar tudo”. Nem que seus padrões sejam menos elevados  ou seus objetivos mais fáceis. Mas como o mais velho e sábio touro na história de Soprano, ele não vai se machucar desnecessariamente: “Se você pode criar  um caminho estético sem me destruir, ótimo. E se eu posso aprender uma nova habilidade e fazer minha aeróbica dessa maneira, então eu farei. É só a forma que enxergo agora.”

Men's Health Magazine UK_2017_decissue_08Fora da academia e do estúdio, Cavill está abraçando mais a vida cotidiana. Quando não está trabalhando ou malhando ele está andando de kart, tirando sua carteira de motociclista ou dormindo “até meus rins começarem a doer por eu estar deitado sobre eles por muito tempo”. No último fim de semana, ele ensinou a si mesmo a cozinhar cordeiro. “Ficou de verdade bastante bom”, ele diz surpreso, mas reconhece que o molho poderia ter ficado melhor. “Eu só adicionei caldo de galinha e esmaguei todos os bons temperos por cima, mas eu deveria ter marinado mais a gordura porque acabou que ficou bem oleoso. Ainda assim, mais água e um pouco mais de vinho tinto poderiam ter salvo”.

Preparando jantares, como no treino e na vida, Cavill tem percebido que é importante não exagerar nas coisas. “Eu acho que estou achando meu ritmo agora mais num estilo de vida específico. Tipo, eu posso treinar e isso me fará ter uma certa aparência. Eu vou garantir que estou comendo direito, mas não vou me forçar a estar em dieta o tempo todo. Eu posso ter três dias do lixo em seguida se quiser – e então me segurar, me comportar por um tempo e voltar para certo ponto. Você sabe qual é seu limite.” Esse tipo de abordagem é mais prazerosa e sustentável para uma personalidade determinada e exigente como a de Cavill: “Eu sou muito focado e pode ser extremamente delicado quando me é dada uma meta. E se essa meta for constante. Eu vou me exaurir.”

Men's Health Magazine UK_2017_decissue_10 O Próximo Round

Adaptações de quadrinhos estão constantemente passando pela linha de produção de Hollywood – ou Leavesden. Mas outro filme do Superman é inevitável. Homem de Aço arrecadou 668 milhões na bilheteria mundial e foi largamente bem recebido; Batman VS Superman foi espancado pela crítica, com 860 milhões de consolação. “Do ponto de vista financeiro foi um sucesso, sim. Mas deveria ter sido ainda mais bem sucedido,” afirma Cavill. O filme também matou o Superman quando ele tinha acabado de ser rebootado – e depois dele ter sido desprezado por todo mundo durante todo filme. Liga da Justiça vai sem dúvida ressuscitá-lo, mas o medo é que na haverá espaço na lotada equipe para que ele faça, bem, justiça.

“Eu acho que há tanto mais a ser contado sobre o Superman”, argumenta Cavill, “E especialmente com o que está acontecendo no mundo agora, é importante ter algum tipo de escape – essa figura de esperança, responsabilidade e boas energias.” Se não, então sempre há Bons, claro – um papel no qual Cavill sempre será associado. No momento que esse texto foi escrito, parece generoso além da conta para alguém que perdeu por pouco para Daniel Craig em 2006 para Cassino Royale e se encaixa muito mais no terno de gala de 007 agora do que quando tinha 22. Mas, em última instância, o dinheiro fala e é o dinheiro que a Warner Bros vai ouvir. É hora dele falar.

Men's Health Magazine UK_2017_decissue_12Há uma batida na porta e o latido de Kal treme todo o trailer. O almoço de Cavill chegou. Antes que esfrie, há apenas tempo de perguntar como é trabalhar com o atemporal super-humano Tom Cruise. “Ele é extraordinário. Ele também faz suas próprias cenas de ação, até onde sabemos [No momento que esse texto foi escrito, as filmagens de MI:6 estavam suspensas enquanto Cruise, 55, se recupera após quebrar seu tornozelo pulando entre prédios]. Eu sou de uma família de homens que fizeram muitas coisas legais. Dois dos meus irmãos estão nas Forcas Armadas. Eu não me impressiono fácil. Mas Tom fez algumas acrobacias no filme que eu realmente fiquei ‘Ok, cara, isso é inegavelmente incrível’”

Apesar da aura incerta da indústria cinematográfica significar que ele não sabe o que vai  acontecer na próxima semana, Cavill espera ainda ser capaz de pular entre prédios quando tiver 55 – preferivelmente sem quebrar nenhum osso no processo. “Sabe, se algum dia eu tiver filhos, eu quero ser o tipo de pai que está sempre correndo com eles. E se eu tiver filhos, mesmo agora, já está começando a ficar um pouco tarde. Mas eu quero ser uma saudável e disposto, não mancar tipo ‘Ok, eu só vou tomar um fôlego’. Sim, eu vou cuidar do meu corpo – que fique bem, mas não o force demais.”.


Men's Health Magazine UK_2017_decissue_scan49393

 

Para acompanhar os treinos de Henry Cavill, amplie a imagem ao lado. E para comprar a revista, é só clicar aqui.

E o Portal não para! Continue com a gente!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *