ENTREVISTA TRADUZIDA | Cosmopolitan Magazine Alemanha

Henry Cavill deu mais uma entrevista, dessa vez para a Cosmopolitan Magazine da Alemanhã. Após a repórter postar em seu instagram uma foto do dia da entrevista, finalmente temos o texto em mãos e claro que que traduzimos para vocês.

Henry Cavill fala sobre família, Kal, sobre o que é amor e como seria sua mulher ideal e muito mais!

Boa leitura!


A repórter chefe Melanie Jassner se encontra com um cara legal para uma entrevista todos os meses. Dessa vez ela esteve com o mais famoso entre os super-heróis e agentes secretos de Hollywood.

Desde que voou como Superman (desde 2013, por assim dizer ), ele é considerado um dos caras mais atraentes da terra. Que foi feito para papéis de heróis. Mesmo como um agente sexy ele impressionou as pessoas com seu charme, no recente filme de Guy Ritchie ‘O Agente da U.N.C.L.E.’. Ele foi um candidato desejável para o papel de James Bond. Já que era muito novo na época, o papel foi para Daniel Craig. Agora o Britânico persegue Tom Cruise na sexta parte de Missão Impossível.

Muito adequado: para a entrevista, nos encontramos em um clube privado em Londres. Embora Henry Cavill pareça surpreendentemente pé no chão, com um moletom cinza, jeans e tênis, sua aparência é elegante como uma pessoa de smoking. Ele é um verdadeiro cavalheiro, muito cortês, muito preciso. Com seu sotaque britânico e sorriso tímido, ele me lembra Hugh Grant em ‘Um Lugar Chamado Notting Hill’. Nós nos sentamos em (assentos) uma mesa de canto. Seu corpo musculoso se encaixa apenas entre o assento e a borda da mesa; Ele coloca seus antebraços cuidadosamente sobre a mesa.

P. O que é melhor treinado, seu corpo ou mente?
R. Minha mente.

P. Então você tem que ser muito esperto às vezes.
R. Sim.

P. Quando você não é?
R. Quando minhas emoções sufocam meu senso de realidade. Claro, meu trabalho é muito emocional. E às vezes meus sentimentos são mais fortes.

P. O quão divertido foi quando você decidiu em Missão Impossível fazer todas aquelas cenas de ação audaciosas? Você não queria aparecer como um covarde na frente de Tom Cruise?
R. Não, não! Eu sempre quis fazer minhas próprias cenas de ação, nos filmes anteriores, sempre fui aconselhado contra isso por causa do risco de ferimentos.

P. Tem uma anedota engraçada sobre o seu colega atual: você comprou um Aston Martin com seu primeiro salário, enquanto Tom Cruise pagou pela faculdade de sua irmã. Tom Cruise é bom demais ou você é egoísta demais?
R. Eu definitivamente não sou egoísta.

P. Você não tem uma irmã.
R. Exatamente. Caso contrário, é claro que eu teria pago a faculdade (sorrisos). Eu tenho quatro irmãos e minha mãe conseguiu criar todos nós como bons homens. Minha mãe é minha heroína. Ela é uma lenda absoluta. Tão forte e positiva. Ela nos mostrou que você sempre deve estar sempre presente para os outros, para proteger os outros.

P. Já que você interpreta Superman, você sempre espera ser o protetor?
R. Pelo contrário. Como sou um ator, as pessoas não esperam nada disso de mim.

P. Você e seus irmãos cresceram na tranquila e idílica Jersey, no Canal da Macha. Agora você está comprometido com a preservação do Jersey Zoo [Durrell Wildlife Conservation Trust]. Como chegou nisso?
R. Quando eu era criança, eu sempre estava lá e ajudar os animais é algo que amo.

P. A zoologia era outra opção além de atuar?
R. Talvez. Mas eu provavelmente teria ido ao exército ou me tornado arqueólogo. Mas eu gosto de animais. Sempre quis um cachorro e há quatro anos e meio comprei um Akita americano chamado Kal. Ele é o melhor companheiro. Nós viajamos juntos pelo mundo. É um amor incondicional.

P. E sim, os cães são como seus donos. Um Akita americano raramente late…
R. Certo! Eu sou definitivamente um cara quieto. Tem que acontecer muita coisa para eu fazer barulho.

P. E eles (Akitas) tem uma personalidade complexa. Você entende você mesmo?
R. Eu acho que ninguém realmente se entende. Muitas vezes, outra pessoa te ajuda a ter uma visão de si mesmo.

P. Qual outra pessoa seria? Ou, mais precisamente, como você imagina sua Mulher Maravilha?
R. Calorosa, solidária, inteligente, do mundo, linda… Ela poderia querer ter uma família e ser amorosa. E aceitar que eu cuide dela.

P. Você tem um tipo especial?
R. Eu aprendi que não tenho um tipo. É alguém por quem eu me apaixonaria.

P. Amor é…
R. Em última análise, é uma missão que você tem pouca influência. E com isso, quero dizer que amor em um relacionamento e entre amigos. Muitas vezes a vida que toma essa decisão.

P. Existe alguém que vem à mente?
R. Adam Brown, um amigo muito próximo, que era um membro do Navy Seal. Tem um livro sobre sua vida, que, infelizmente, ele perdeu muito cedo. Chama-se ‘Fearless’. Ler o livro me tocou muito. Adam é um exemplo incrível de como se deve viver a vida.

P. O Russell Crowe também foi um herói para você? Você já mencionou algo assim…
R. Não um herói. Sempre tive heróis a minha conta mas com Russell Crowe eu tive um belo encontro. Ele filmou um filme na nossa escola e durante o intervalo eu fui até ele e disse: “Olá, meu nome é Henry, é um prazer conhecê-lo, como é ser ator?” Uma semana depois, ele me enviou uma foto de si mesmo como o gladiador com a mensagem: “Uma jornada de mil milhas começa com um único passo.” Em Homem de Aço nós finalmente atuamos juntos.

P. Para onde sua jornada está indo? O que você, Henry Cavill, gostaria de alcançar?
R. Quando eu não tiver mais aqui, eu gostaria que minha família fosse protegida por gerações, para que pudessem levar uma vida segura e despreocupada. Esse é o meu objetivo. Eu espero que eu possa fazer isso.


Continue com o PortalHenryCavill para tudo sobre Henry Cavill!

Posts Relacionados

One thought on “ENTREVISTA TRADUZIDA | Cosmopolitan Magazine Alemanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *