Henry Cavill e seus diretores

Quem acompanha as entrevistas dos atores sabe que uma das questões mais importantes para eles, no planejamento da carreira, é escolher bons filmes. E como eles decidem se um filme tem potencial para ser bom ou não ao fazer essa escolha? Eles analisam vários quesitos. O primeiro: precisam achar que é uma boa história e um bom personagem. Segundo: precisam considerar que o roteiro é bom. Terceiro: o diretor. Se o diretor é bom e reconhecido, a chance de o filme ser um sucesso aumenta exponencialmente. Não é garantia de sucesso, mas é, pelo menos, meio caminho andado.
Então, vocês já pararam para pensar nos diretores com os quais Henry já trabalhou desde que começou sua carreira nos cinemas, com a estreia em 2001? Achamos que observar esse quesito nos dá uma ideia de como o Henry procura gerenciar bem sua carreira e de que como ele é bem visto pelo pessoal nos bastidores desse grande negócio chamado cinema. Vejamos o calibre dos camaradas para quem Henry já trabalhou.

 

Aqui, vemos Henry Cavill e o mestre dos mestres, Woody Allen, no Festival Tribeca, lançando o filme Whatever Works (Tudo Pode Dar Certo, título do filme em português), no qual Henry fez o personagem Randy Lee James.

Henry também já trabalhou com Tarsem Dhandwar (na foto, o único que não está de terno escuro), cineasta indiano que dirigiu Imortals (Imortais, em português), em que Henry é o ator principal, interpretando Teseus. (OK, temos de comentar: quanto homem bonito no mesmo espaço, não?)

 

Kevin Reynolds dirigiu dois filmes em que Henry atuou: O Conde de Monte Cristo (Henry foi Alberto Mondego) e Tristão e Isolda (em que Henry fez Melot). Reynolds dirigiu Robin Hood, o Príncipe dos Ladrões, e Waterworld – O segredo das águas, filmes protagonizados pelo grande ator Kevin Costner, que interpretou o pai de Kal El/Clark Kent em O Homem de Aço, último filme de Henry. (Na foto, Reynolds com Henry, em Tristão e Isolda)

 

Nosso querido também trabalhou com Joel Schumacher, no assustador Blood Creek, em que Henry interpretou Evan Marshall (foto abaixo). Schumacher (na foto ao lado) fez filmes como O primeiro ano do resto de nossas vidas; Os garotos perdidos; Um toque de infidelidade; Um Dia de Fúria; O Fantasma da Ópera; entre outros.

 

No filme The Cold Day of Light (Fuga Implacável em português), Henry foi dirigido por Mabrouk el Mechri (fotos abaixo), que, apesar do nome árabe, é francês. No filme, Henry interpreta Will Shaw e divide a cena com os grandes atores Bruce Willis e Signourney Weaver.

 

 

Temos então o trabalho com Zack Snyder, em Homem de Aço e Batman vs Superman, no qual Henry encarna o mítico Superman – Kal El/Clark Kent.

 

 

 

E em 3 de setembro de 2015 vamos conferir o resultado da parceria de Henry Cavill com o também badalado Guy Ritchie, que dirige o filme The Man From U.N.C.L.E., no qual Henry interpreta o agente secreto Napoleon Solo. (Na foto, Ritchie está de camiseta clara, ao lado de Hugh Grant, que também atua no filme, e ambos conversam algo aparentemente divertido com o Henry, em foto de bastidor da gravação de U.N.C.L.E. em Roma.)

 

Espero que tenham gostado! Até mais! 
Janaína

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *