MEET JERSEY | Pesca em Jersey: Competições e Diversão Para Todos

[VEJA TODOS OS POSTS DO MEET JERSEY]

Uma das principais atrações da ilha de Jersey, terra natal do ator Henry Cavill, é a pesca. Seja para garantir uma refeição agradável ou uma aventura com a família, Jersey tem opções para experientes pescadores ou iniciantes, sem nenhum conhecimento no assunto.

Considerada um dos melhores locais para pesca desportiva da Europa, Jersey tem cerca de 45 milhas de costa – que varia de praias com areia plana e mar calmo, a penhascos de maré revolta –  há opção de velejar, alugar caiaques e barcos para mergulho nos recifes, explorar as baías abertas com a família bebendo champanhe, ver golfinhos nadando ao lado do barco, ou organizar uma viagem focada em pesca com equipes experientes.

Empresas como a Sea Trips Tarka, (com Theseus II – capitaneado por David Nuth) ou Fishing Jersey (com Anna II – capitaneado por Tony Heart), oferecem barcos para pesca marítima, dentro das especificações de segurança locais, durante todo o ano. Nesse formato de “pacote” o cliente escolhe o tempo em que terá os serviços dos barcos a sua disposição, e recebe as orientações e suporte das equipes para aproveitar ao máximo e garantir uma ótima pesca. A variedade encontrada nas águas da ilha é grande: cação, dourado, peixe-agulha, tainha, truta, carpa, salmão e até bacalhau, entre outras espécies.

Algumas empresas turísticas, associam o aluguel dos barcos, com reserva de hotéis, visitas a pontos turísticos e pubs locais, na criação de pacotes turísticos para uma experiência completa na ilha.

Há também associações que fazem concursos para ver quem pesca o peixe maior e mais pesado, com direito a troféu e registro de recordes.

Mas caso resolva se aventurar numa pescaria em Jersey, procure se informar bem sobre a questão de segurança. Como o litoral é muito rochoso, alguns pontos demandam atenção especial. Um exemplo disso é The Royal Bay of Grouville, onde as marés mudam muito rápido e só é recomendada a pesca ao sul da baía, com orientação de pescadores locais. Já na St. Ouen Bay, não se deve pescar na maré baixa sem orientação local, pois torna-se extremamente perigoso.

Essa é mais uma opção de Jersey, que enche os olhos e o paladar também. Isso, sem contar a pesca para abastecimento do mercado local e restaurantes da ilha, que movimentam a economia local. Como nós já falamos em outra edição do #MeetJersey, o Fish Market (Mercado de Peixe), de St. Helier, é um ponto muito movimentado da região central de Jersey, oferecendo produtos frescos e de qualidade para todos.

Será que o Henry já se arriscou numa pescaria com seus irmãos? Ou então imaginem ele lançando a rede numa linda praia de Jersey, numa cena de filme?

Se você tem alguma boa história de pescador, aproveite e conte pra gente!

Acompanhe o PHCBR para saber mais sobre Jersey.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *