Os clássicos superinimigos

A lista é longa. Ao longo de todos os anos de história do Superman, ele já teve que enfrentar muitas artimanhas de vários tipos de inimigos.

No próximo filme do kryptoniano, que traz Henry Cavill novamente em seu papel mais conhecido – Batman vs. Superman: O Origem da Justiça (com estreia marcada para março de 2016) – o relacionamento com Batman (Ben Affleck) já não é bom e o herói ainda tem que se cuidar com outros perfis difíceis

O principal vilão do super-herói de todos os tempos é Lex Luthor (Alexander Joseph Luthor). Criado na década de 40, na revista número #13, sua origem foi revelada anos depois na edição Adventure Comics #271, da década de 60. É apresentada então a história do adolescente que foi morar com os pais em Smallville e se tornou amigo do Superboy/Clark Kent.
Já com grandes talentos científicos, ele trabalhava em projetos para criar vida artificial com novos equipamentos e também tornar seu amigo imune a Kryptonita. Durante algumas experiências, algo dá errado e começa um incêndio em seu laboratório. Clark, sem poder entrar por causa da kryptonita, usa o poder do supersopro para acabar com as chamas, mas não percebe que acabou derrubando produtos químicos em Luthor. O cientista fica careca e culpa Kent por sua aparência, acreditando que tudo foi premeditado e motivado por inveja do herói por sua inteligência. Nesse momento, ele jura que matará o ex-amigo para provar sua superioridade ao mundo.
 
Apresentado ao longo da história como empresário corrupto, cientista maluco e até presidente dos Estados Unidos, ele não tem superpoderes, mas sua inteligência e sua sede desenfreada pela vingança não devem ser subestimadas.
Em Batman vs. Superman esse vilão será interpretado por Jesse Eisenberg e podemos esperar qualquer coisa do frio e ambicioso Luthor. 
 
 
Outro ser que nunca deixa o Superman em paz é Brainiac. Criado pelos Computadores Tiranos de Colu, é uma forma de energia consciente, que retém sua energia dispersa num corpo esqueleto, e tem a capacidade de vagar desincorporado e se instalar em um novo corpo.
Em sua primeira aparição, na Action Comics #242, é um humanoide careca, verde, que tem a habilidade de encolher cidades inteiras e armazená-las em frascos na tentativa de recriar sua terra natal Bryak
 
 
Ele encolheu a cidade kryptoniana de Kandor, que após uma grande batalha foi resgatada por Superman e restaurada a seu tamanho normal. Kandor se tornou um satélite da Terra, uma nova Krypton, mas não durou muito tempo, graças a uma parceria entre Brainiac e Lex Luthor.
Quem também já juntou esforços com Luthor e Brainiac para tentar destruir o Superman foi o famoso Apocalypse. Há fortes especulações, não confirmadas, de que ele participará de Batman vs. Superman, mas teremos que esperar para ver.
 
 
Apocalypse apareceu pela primeira vez na revista The Man Of Steel (O Homem de Aço) #18, de 1992, numa história que deu início à série muito famosa “A Morte de Superman”. O monstro foi criado por cientistas em Krypton, que queriam a arma perfeita, adaptável, invulnerável, extremamente forte e imortal. O experimento deu errado e o monstro destruiu o lugar, escapou para o planeta Calaton, mas seus habitantes conseguiram enviar seu corpo para o espaço (achando que o superpoderoso Radiante havia o matado) e assim Apocalypse caiu na Terra e despertou.
 
Numa batalha épica para os quadrinhos, o vilão lutou contra a Liga da Justiça e seu líder Superman, e ninguém conseguia detê-lo. Ao perceber que ele estava escapando em direção a Metrópolis, o Homem de Aço usa o que resta de suas forças para impedi-lo e com um golpe fatal simultâneo, ambos caem sem vida.
 
 
O corpo de Apocalypse é levado para análise e, depois, descobre-se que o monstro não estava morto. Com o retorno de Superman, eles ainda se enfrentariam várias vezes.
Com rivais desse nível, já imaginamos as cenas que Henry terá pela frente como Superman, nos cinemas.
 
 
Os roteiros dos próximos filmes do universo DC Comics, Batman vs. Superman e A Liga da Justiça (que começa a ser filmado no início de 2016) estão guardados a sete chaves. Mas podemos ter a certeza de muita ação a caminho.
 
 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *