The Witcher | As escolas de bruxos do universo The Witcher

A nova série da Netflix, The Witcher – que tem Henry Cavill como Geralt de Rivia -, é inspirada na obra literária de Andrzej Sapkowski e possui um universo repleto de bruxos, monstros, feiticeiras, elfos e outros personagens.

A saga acompanha as aventuras de um dos últimos bruxos existentes, Geralt de Rivia, e os desafios de sua “profissão” de Caçador de Monstros.

Mas, para chegar ao patamar de ser um dos mais poderosos bruxos, Geralt teve um treinamento pesado na Escola do Lobo.

As Diferentes Escolas

A mais famosa escola de formação de bruxos de The Witcher é a do Lobo, mas não é a única. Além dela, também existem:

* Escola do Gato
* Escola do Grifo
* Escola do Urso
* Escola da Víbora
* Escola da Mantícora

As três últimas são muito famosas nos games, mas não aparecem nos livros, que são a inspiração da série com Henry Cavill.

A Escola do Lobo: Lar de Geralt de Rivia

A fortaleza, sede de treinamentos da Escola do Lobo, fica em Kaer Morhen, nome que provém de Caer a’Muirehen (que na Língua Antiga significa “Fortaleza do Mar Antigo”).

Kaer Morhen está localizada nas montanhas do reino de Kaedwen, em Gwenllech.

O treinamento dos bruxos, que tem no “currículo” aulas de esgrima, luta, alquimia, sinais e envolve também o processo de mutações, não é bem visto pelos humanos.

Um evento marcante na história da escola do lobo que comprova isso foi a ação de um grupo de fanáticos que tomou a fortaleza,incentivado por várias publicações difamatórias contra os bruxos, como o panfleto Monstrum.

De tal evento, conhecido como o “Massacre de Kaer Morhen”, o único sobrevivente foi Vesemir, tutor de Geralt de Rivia.

Outros bruxos, que estavam em caçadas fora da fortaleza no momento do massacre, incluindo Geralt, também sobreviveram e, atualmente, costumam passar apenas os invernos em Kaer Morhen.

O símbolo do medalhão da escola é a cabeça de um lobo.

Geralt tornou-se o integrante mais famoso da escola, por sua história:

A feiticeira Visenna, mãe do bruxo, teve problemas com a gestação e para salvar o bebê tomou várias poções.Logo após o nascimento, Visenna, sendo perseguida, deixou seu filho aos cuidados de Vesemir em Kaer Morhen. Iniciando lá o treinamento para se tornar um bruxo, Geralt sobreviveu com melhor resistência a várias sessões de experimentos e mutações.

Isso fez com que seus tutores realizassem procedimentos experimentais ainda mais perigosos, que deixaram o bruxo mais forte, ágil e com melhores reflexos do que todos os outros. Como efeito colateral, porém, ele perdeu toda a pigmentação do corpo. Por causa de sua pele pálida e dos cabelos brancos, recebeu o apelido “Gwynbleidd”, o Lobo Branco, na língua antiga.

Além de Geralt, alguns dos bruxos da Escola do Lobo que aparecem nas histórias de The Witcher são: Eskel, Lambert, e Ciri.

A Escola do Gato

A Escola do Lobo é a de que se tem mais informações, por ser a casa do protagonista da série. Mas os integrantes da Escola do Gato também têm seu destaque na trama.

O nome Gato foi escolhido pelos próprios bruxos que não tiveram mutações bem-sucedidas. São bruxos cruéis, agressivos, falidos e imprevisíveis, com fama de lunáticos, psicopatas e sádicos. Eles foram expulsos da Escola do Lobo, por seu comportamento.

O símbolo do medalhão é uma cabeça de gato mostrando os dentes.

Não há informações precisas sobre a localização da escola do gato e se ela realmente existe. Os integrantes dessa escola são mercenários, assassinos, e serviam como espiões, dispostos a prestar qualquer tipo de serviço. Eles aceitam contratos para matar humanos e, por isso, são desprezados entre os bruxos.

Um representante dessa escola nas histórias é Brehen.

A Escola do Grifo

Essa escola não aparece nos livros, e sim nas HQs de The Witcher.

É mencionada quando Leo Bonhart exibe os troféus dos bruxos que já assassinou, incluindo medalhões das escolas do Gato, do Grifo e do Lobo. (Quando um bruxo mata outro, ele fica com o seu medalhão).

A Escola do Urso

Essa escola não aparece nos livros ou nas HQs de The Witcher. É mencionada apenas nos jogos (como The Witcher 3: Wild Hunt) assim como as escolas da Víbora e da Mantícora.

Foi uma das mais conhecidas escolas de bruxos da antiguidade. Seus integrantes usavam armaduras longas e peles de animais.

Assim como os integrantes da Escola do Gato, eles também utilizam bestas em suas caçadas.

A Escola da Víbora

As informações sobre essa escola (que também aparece somente nos games) são imprecisas. Sua localização era no Império de Nilfgaard. Acreditava-se que a Escola da Víbora possuía um grande acervo de informações, com uma grande coleção de livros sobre a Caçada Selvagem, por exemplo.

Porém, de forma misteriosa, em algum momento a escola se dissolveu e seus alunos se espalharam pelo país.

A Escola da Mantícora

Não se sabe quase nada sobre os bruxos dessa escola, apenas que eles vêm de terras distantes, onde ficam Hakland e Zerrikânia, e usam um medalhão da mantícora.

Se você ficou curioso sobre o universo de The Witcher, pode conhecer mais lendo os livros da saga, enquanto aguarda a nova série da Netflix, com Henry Cavill, que está em produção na Hungria.

Continue acompanhando o Kingdom of Rivia do PHC, para saber tudo sobre The Witcher.

FONTES:

THE WITCHER FANDOM

THE WITCHER WIKI

2 opiniões sobre “The Witcher | As escolas de bruxos do universo The Witcher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *